Vida

Consumo excessivo de pornografia afeta mais os homens do que as mulheres

E são vários os problemas 

Ver filmes pornográficos em demasia pode afetar a saúde psicossexual dos homens, diz um estudo levado a cabo pelo médico Matthew Christman, da Naval Medical Center de San Diego.

Este estudo, realizado a mulheres e homens com idades entre os 20 e os 40 anos, revela que ver pornografia, entre três a cinco vezes por semana, pode causar graves problemas na vida amorosa de um casal, bem como desencadear episódios de tristeza e frustração.

No caso dos homens, quanto maior é o período de consumo de pornografia, maior é a incapacidade de ter uma ereção. Além de problemas de disfunção erétil, a pornografia pode ainda provocar desinteresse no sexo com a sua parceira.

Já nas mulheres, o impacto é pouco ou nada notório.