Desporto

Ciclismo. Rui Costa termina 11ª etapa do Giro em segundo

Foi a melhor classificação de sempre do ciclista luso na volta a Itália (já venceu três etapas na volta à França)

Rui Costa terminou a 11ª etapa do Giro, a volta a Itália, em segundo lugar, naquela que foi a sua melhor classificação de sempre nesta prova - já venceu três etapas da Volta a França (uma em 2011 e duas em 2013).

O ciclista português, chefe de fila da UAE Team Emirates, acabou por ser batido ao sprint por Omar Fraile, que cumpriu os 161 quilómetros do percurso entre Florença e Bagno di Romagna em 04:23:14. O pelotão, onde se incluía o camisola rosa Tom Dumoulin (Sunweb), chegou cerca de dois minutos depois.

Rui Costa ascendeu assim ao 15º posto da classificação geral, a quase seis minutos e meio do líder. José Mendes é 46º, enquanto José Gonçalves ocupa o 70º lugar. A 12ª etapa, que se disputa esta quinta-feira, liga Forlì a Reggio Emilia, com uma distância de 229 quilómetros.

No pódio não se registam alterações, com Tom Dumoulin na frente - posição a que chegara na véspera. O momento da consagração, todavia, acabou por não correr bem ao corredor holandês: enquanto estava no pódio, acabou por dar uma cotovelada involuntária em cada uma das meninas que se preparavam para lhe dar o beijo da praxe. A situação inusitada provocou sorrisos da plateia e dos próprios intervenientes.