Sociedade

Inspetora da PJ culpada pela morte da avó do marido

Ana Saltão foi considerada “culpada”

O caso remonta a 2012. Filomena Alves, de 80 anos, foi morta em casa, em Coimbra, com dez tiros.

Ana Saltão, mulher do neto, foi, então, constituída arguida. Agora, Ana Saltão foi mesmo considerada culpada dos mais de dez tiros que mataram Filomena Alves.

De acordo com Jorge Leitão, procurador do Ministério Público, o crime foi cometido como ato de vingança.

Em 2014, Ana Saltão tinha sido absolvida por um tribunal de júri, mas já em 2015, o Tribunal da Relação tinha-a considerado como culpada. A defesa interpôs recurso, mas, passado cerca de um ano, o Supremo Tribunal de Justiça confirmou a decisão da Relação.