Politica

PAN quer proibir financiamento público a garraiadas académicas

Diploma defende que grande parte dos portugueses deixou de se rever “nestes atos de violência gratuita”

O PAN apresentou hoje, na Assembleia da República, um projeto de resolução a recomendar ao governo que “proíba a utilização de dinheiros públicos para financiamento direto ou indireto de garraiadas académicas”.

O diploma argumenta que “grande parte dos portugueses tem deixado de se rever nestes atos de violência gratuita e bárbara que atentam contra a integridade física dos animais”.

O PAN considera que “o progressivo e notório desinteresse por atividades deste cariz” faz com que deixe de ter “qualquer pertinência o financiamento público deste tipo de práticas”.

O projeto de resolução critica este tipo de espetáculo, que classifica como “ofensa gratuita à integridade física de animais”.

Para o PAN, uma “sociedade sadia não opta por financiar um espetáculo cujo entretenimento implica o sofrimento de um animal, em detrimento do investimento numa série de outras atividades que poderiam melhorar efetivamente a qualidade de vida dos portugueses”