Sociedade

Agricultura em destaque em Santarém

Os cereais vão estar em destaque na edição deste ano da Feira da Agricultura de Santarém. Trata-se do maior e do mais antigo evento do setor que espera receber mais de 200 mil visitantes.

A partir de hoje e até ao próximo dia 18 o setor agrícola vai estar em destaque em Santarém. Este ano, a feira da Agricultura – o maior e mais antigo evento do setor – vai ter como tema de destaque os «cereais de Portugal».

«Queremos chamar a atenção do público para a importância da agricultura e, no caso dos cereais, para as dificuldades de produção deste tipo de cultura num país mediterrânico», revelou o administrador do Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas (CNEMA) e secretário-geral da Confederação de Agricultores de Portugal (CAP), Luís Mira.

O responsável lembra que, ao contrário do que acontece com um médico ou com um advogado, em que não é necessário recorrer aos seus serviços diariamente, o mesmo não acontece com um agricultor, uma vez que, a realidade é bem diferente. «Precisamos dos agricultores todos os dias, mas as pessoas esquecem-se disso», revelou Luís Mira.

Europa em destaque

O evento vai contar ainda com a realização de mais de 30 seminários e iniciativas para profissionais e, que vão levar a Santarém especialistas nacionais e estrangeiros e, até mesmo, eurodeputados — nomeadamente no debate sobre o impacto da saída do Reino Unido no orçamento da União Europeia.

O cavalo e a pecuária continuam a ter lugar privilegiado no certame, com a realização de vários concursos e provas nacionais, repetindo a experiência de anos anteriores.

Neste espaço vão estar ainda os vencedores dos concursos nacionais de produtos portugueses realizados no CNEMA desde o início do ano – pão, broas, empadas, gelados, folares, doçaria conventual e tradicional, enchidos, licores, carnes, ervas aromáticas, azeitonas, azeites, vinagres, mel, vinhos –, «permitindo o contacto direto do consumidor com o que de melhor se faz no setor».

Além disso, no Salão Prazer de Provar e nas provas na cozinha vai ser possível provar produtos «de grande qualidade, estendendo-se a oferta do que de melhor se produz em Portugal ao espaço onde se concentram os restaurantes de carnes autóctones e as tasquinhas de associações e coletividades da região».

O evento vai contar com a presença do ministro da Agricultura, Capoulas Santos, que tem vindo a destacar a importância da exportação de produtos agroalimentares nacionais.

De acordo com o governante, esta tem sido uma das prioridades do Executivo. O Governo «já abriu 30 mercados para 90 produtos diferentes desde que entrou em funções, tendo agora em aberto 55 processos, para cerca de 200 produtos».

Capoulas Santos já veio lembrar que o setor agroalimentar contribui com 2,5% do VAB (Valor Acrescentado Bruto) da economia nacional, assegurando mais de 100 mil postos de trabalho e apresentou um crescimento de 20% das exportações no primeiro trimestre do ano.

Ao mesmo tempo, o ministro tem recordado o reforço que tem existido em linhas de financiamento que sido disponibilizadas aos agricultores.

A organização espera receber mais de 200 mil visitantes e 40 mil profissionais e, para isso, a organização apostou na melhoria das condições de acolhimento.