Desporto

Rússia. Danny ganha um busto na despedida do Zenit

Internacional português foi descrito no adeus como uma "lenda" do gigante russo

Danny despediu-se esta quinta-feira do Zenit. Nove anos depois de ter chegado ao gigante russo - contratado ao Dínamo de Moscovo por 30 milhões de euros, tornando-se então na maior transferência de sempre entre clubes russos -, o internacional português de 33 anos termina contrato e não recebeu nenhuma proposta para renovar.

Na hora do adeus, numa praça Manezhnaya com dezenas de adeptos, Danny não escondeu a emoção. "Os adeptos do Zenit ficarão para sempre no meu coração. Vivi muitos anos em São Petersburgo, vocês sabem que tenho uma tatuagem com uma vista da cidade, portanto São Petersburgo ficará não só no meu coração, mas também na minha pele", realçou o internacional luso, descrito como "uma lenda" do Zenit pelo presidente Sergei Fursenko: "Danny é um exemplo de coragem e profissionalismo: qualquer um no seu lugar, depois de sofrer tantas lesões sérias, já teria desistido há muito do futebol."

Danny recebeu um troféu em homenagem aos nove anos de dedicação ao Zenit e teve ainda direito a um busto, que será colocado no museu do clube. Desde 2008, o atacante luso-venezuelano cumpriu 239 jogos e apontou 66 golos com a camisola do gigante russo, conquistando três campeonatos, duas Taças, duas Supertaças e uma Supertaça europeia, esta logo na estreia pelo clube, frente ao Manchester United, marcando o golo da vitória (2-1).

Danny with the trophy presented to him for his 9 years at the club #ThankYouCaptain pic.twitter.com/c5yiadRIKT

— FC Zenit in English (@fczenit_en) 15 de junho de 2017