Internacional

Rússia poderá ter morto líder do Estado Islâmico

Agência RIA é quem avança com a notícia
 


Segundo a Agência RIA, Abu Bakr Al Bagdadi – líder do Estado Islâmico – poderá ter sido morto num ataque aéreo.

O ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, afirmou, esta sexta-feira, que o líder do autoproclamado Estado Islâmico, na Síria, pode estar morto, uma vez que ocorreu um bombardeamento em Raqqa, avança a agência russa RIA.

O bombardeamento foi efetuado por militares russos, no dia 28 de maio, durante uma reunião entre líderes da organização extremista. Agora, a Rússia descobriu que Abu Bakr al-Baghdadi também estaria presente no encontro e, portanto, poderá ter sido uma das vítimas mortais do ataque.

“De acordo com informação que está agora a ser verificada através de vários canais, o líder do Estado Islâmico Abu Bakr al-Baghdadi, eliminado através de um ataque aéreo, também estava presente na reunião”, refere a agência RIA.