Sociedade

Educação. Decretados serviços mínimos para a greve de dia 21 de junho

Anunciou foi feito esta sexta-feira 

Foram decretados, para a greve de dia 21 de junho, serviços mínimos, revelou esta sexta-feira a Fenpfof.

Para o dia 21 há 76 mil alunos inscritos para realizar os exames de Física e Química, Geografia e História da Cultura e das Artes, estando para esse mesmo dia agendada a prova de aferição de Matemática e Estudo do meio do 2º ano.

Recorde-se que, em 2013, quando a greve às avaliações coincidiu com o exame de Português, realizado por todos os alunos que estariam a frequentar o décimo segundo ano, o colégio arbitral não convocou serviços mínimos, por considerar que as provas não correspondem a necessidades "impreteríveis" e podem ser realizadas noutro dia.

No entanto, em 2014, o Governo PSD/CDS terá promovido uma alteração legislativa à lei do Trabalho em Funções Públicas e a realização de exames finais teria de ser feita na mesma em data em todo o país.