Sociedade

Incêndio em Pedrógão: Número de mortos corrigido para 61

Há 54 feridos, oito são bombeiros.

O incêndio mais mortífero dos últimos 50 anos já fez 61 mortos. O número de vítimas foi atualizado pelo secretário de Estado da Administração Interna, Jaime Gomes. Inicilamente o número de vítimas era 62, mas foi entretanto corrigido, após ser identificada uma duplicação de identidade. 

Entre os vários mortos confirmados, pelo menos 18 foram encurralados pelas chamas, dentro das suas próprias viaturas, enquanto fugiam do incêndio. Segundo o secretário de Estado da Administração Interna, neste momento não há nenhuma localidade em risco.Sabe-se ainda que há 54 feridos e que oito deles são bombeiros. 

Ontem à noite, quando havia ainda várias populações por contactar, o presidente da câmara de Pedrógão Grande disse estar convencido que o número de vítimas iria ser "mais do dobro".

Esta madrugada o governo ativou o estado de contingência no distrito de Coimbra.