Sociedade

Bombeiros insatisfeitos com organização em Pedrógão Grande

Vários profissionais queixam-se da falta de organização nas operações em Pedrógão Grande, que, às 20h40, mobilizava 1148 bombeiros. 

“Sou bombeiro voluntário e vim para ajudar. Vim com o meu comandante de manhã e até agora [cerca das 17h00] ainda não saí daqui. Cheguei, comi qualquer coisa, dormi um bocado, voltei a despertar e estou aqui sentado à espera que me mandem para algum lado. Isto está muito desorganizado”, disse ao i um bombeiro, que não quis ser identificado. 

“Estão aqui [no posto de comando] fuzileiros, GNR, PSP, bombeiros. Estão centenas de profissionais aqui na zona, mas quantas pessoas é que vê realmente no terreno? Alguns não estão aqui a fazer nada (...) Foi isto que fez com que mais de 60 pessoas morressem. Se estivessem apenas uns 200 bombeiros aqui da zona, que conhecem bem a região, que sabem os caminhos todos, se calhar não tinha acontecido o que aconteceu”, disse o mesmo bombeiro.

Vários profissionais mostraram sinais de cansaço, aproveitando as sombras nas bermas das estradas para descansar no intervalo dos incêndios. Recorde-se que o incêndio de Pedrógão Grande, que deflagrou no sábado, já fez 63 vítimas mortais.