Desporto

Montoro sobre Ronaldo: "Ninguém é culpado antes de ser julgado"

Ministro das Finanças espanhol quer, ainda assim, que a situação dos futebolistas sirva de exemplo para o resto da sociedade

O ministro das Finanças espanhol, Cristóbal Montoro, tentou esta terça-feira pôr alguma água na fervura no que respeita às acusações de fuga ao fisco que se têm abatido sobre Cristiano Ronaldo.

"Ninguém é culpado até que saia uma decisão judicial", realçou Montoro, embora salientando a necessidade de utilizar o futebol como exemplo para o resto da sociedade: "É lógico que quem gera mais atividade (fiscal) seja mais examinado. As atividades desportivas devem ser um exemplo para toda a sociedade. Devem ser especialmente escrupulosas nos seus compromissos e obrigações devido à sua repercussão social."

Garantindo que o Fisco "não olha para quem está a examinar", Cristóbal Montoro realçou ainda que a Autoridade Tributária espanhola "não é um banco para ninguém", em referência às dívidas de vários clubes espanhóis.