Sociedade

Discoteca Urban volta a ser acusada de racismo

A discoteca voltou a ser acusada de discriminação.

A discoteca Urban Beach, em Lisboa, foi novamente acusada de racismo.

Um grupo de jovens diz ter sido impedido de entrar no espaço pelo facto de um dos elementos ser negro.

Segundo o grupo, o porteiro terá recusado a entrada dos jovens dizendo: "Uma das regras da casa é não entrarem pretos".

Recorde-se que há três anos, um grupo de atletas, onde estava inserido Nelson Évora, também foi impedido de entrar por motivos racistas.