Desporto

Lewis Hamilton: "Vettel? Se quer provar que é homem, que o faça fora do carro"

Toque do alemão na traseira do piloto britânico causou enorme polémica no Grande Prémio do Azerbaijão

Foi bem "quentinho" o Grande Prémio do Azerbaijão, que acabou com a vitória de Daniel Ricciardo. A enésima picardia entre Lewis Hamilton e Sebastian Vettel, porém, é que viria a dominar todas as atenções.

Tudo aconteceu numa entrada do safety-car. Hamilton, que então liderava a corrida, terá desacelerado e Vettel acabou por lhe bater por trás. Irado, o alemão acelerou, colocou-se ao lado do inglês e projetou o Ferrari em direção ao Mercedes.

💥 The moment when two title rivals collided #AzerbaijanGP 🇦🇿 #F1 pic.twitter.com/0zT8BI4w1U

— Formula 1 (@F1) 25 de junho de 2017

 

Vettel acabaria por sofrer dez segundos de penalização por "condução perigosa", mas nem assim Hamilton se acalmou. Imediatamente após o fim da corrida, o piloto britânico classificou a manobra do alemão como "nojenta" e lançou um desafio a Vettel: “Se ele quer provar que é homem, que mostre fora do carro!” Mais tarde, aos microfones da "Sky Sports", Hamilton voltou a criticar Vettel, mas de forma mais suave. "Aconteceu e passou, e temos de seguir em frente. Acho que não é conduta de um piloto. É uma manobra perigosa, e levar [apenas]10 segundos por isso… Não preciso de dizer mais nada”, salientou apenas.

Entretanto, Vettel reagiu, lançando ainda mais achas para a fogueira: “A Fórmula 1 é para adultos!”

Refira-se que, no momento do desentendimento, Hamilton era primeiro e Vettel segundo. Acabariam em quinto e quarto, respetivamente. A diferença entre os dois no Mundial de Pilotos é agora de 14 pontos a favor do piloto da Ferrari. A Fórmula 1 regressa dentre de duas semanas, a 9 de julho, com o Grande Prémio da Áustria.