Tecnologia

Samsung investe 16 mil milhões em chips

A Samsung Eletronics vai investir quase 16 milhões de euros no negócio dos chips numa tentativa de aumentar a liderança mundial nos mercados das memórias e dos smartphones.

A Samsung Eletronics vai investir quase 16 milhões de euros no negócio dos chips numa tentativa de aumentar a liderança mundial nos mercados das memórias e dos smartphones.

A principal fabricante mundial de chips de memória e de smartphones, vai, até 2021, investir 20,4 biliões de won (perto de 15,5 mil milhões de euros) para expandir e melhorar as suas fábricas nas cidades de Pyeongtaek e Hwaseong.

A fábrica de Pyeongtaek, a sul de Seul, é a maior do mundo e começou a produzir há pouco tempo depois de a Samsung ter gasto 15,6 biliões de won em dois anos na sua construção.

A empresa também quer expandir a sua fábrica de chips NAND na cidade chinesa de Xian para responder à crescente procura de chips usados nos produtos tecnológicos de topo. O montante a investir ficou por revelar.

No negócio dos smartphones, a Samsung tem estado a ser encurralada pelas rivais chinesas mais pequenas nos smartphones de gama baixa e gama média, e pelo iPhone da Apple nos topos de gama.

A marca sul-coreana sofreu também uma crise de reputação depois de ter sido obrigada a retirar do mercado o Galaxy Note 7 depois de as baterias do telefone, defeituosas, explodirem.

No entanto, graças ao negócio dos chips, que equipam não só os seus produtos, mas também os das concorrentes como a Apple, a Samsung conseguiu no primeiro trimestre os maiores lucros dos últimos três anos.

A Samsung tem mais de 40% da quota de mercado mundial dos chips de memória.