LifeStyle

Usar protetor solar em piscinas com cloro pode ser perigoso

Alerta foi dado por investigadores da Universidade Estatal de Moscovo

A combinação entre um composto presente nos protetores solares e o cloro pode ser perigosa, dizem investigadores da Unievrsidade Estatal de Moscovo, na Rússia, citados pelo site britânico Daily Mail.

De acordo com oe studo, o cloro, um químico usado na limpeza da água de piscinas, pode ‘quebrar’ a composição do protetor solar, gerando toxinas que podem ser perigosas para os seres humanos.

A avobenzona, composto químico do creme afetado por esta reação, é inofensiva, mas pode tornar-se tóxica quando reage com o cloro e os raios ultravioletas.

Os investigadores defendem que estas toxinas resultantes desta combinação - aldeídos, fenóis e acetilbenzenos clorados - podem afetar o fígado e os rins, podendo também desencadear problemas nervosos e o desenvolvimento de cancros.

Para ler o artigo do Daily Mail clique aqui