Desporto

Chilavert desafia adeptos do River Plate: "Disse para virem um a um. Ninguém veio!" (com vídeo)

Antigo guarda-redes paraguaio foi insultado e provocado antes e durante o voo que levou alguns adeptos do gigante argentino ao Paraguai, antes de um encontro para a Libertadores

José Luis Chilavert, lenda do futebol paraguaio e do Vélez Sarsfield, clube argentino que representou durante dez anos, viu-se envolvido no meio de uma polémica com adeptos do River Plate: foi insultado antes e durante o voo que levou alguns apoiantes do clube argentino até ao Paraguai, onde os Millonarios defrontam o Guarani, para a Taça Libertadores.

O antigo guarda-redes, cuja carreira ficou também marcada por diversas polémicas, criticou recentemente o River Plate devido às suspeitas de doping que se abateram sobre três jogadores da equipa no mês passado - o defesa Lucas Martínez Quarta, o médio Camilo Mayada e o avançado Sebastián Driussi terão falhado um controlo anti-doping precisamente após um encontro da Libertadores.

Ora, os adeptos não esqueceram as críticas de Chilavert - explicam-se assim os cânticos insultuosos. O ex-guarda-redes é que não se ficou - como nunca o fez ao longo da carreira de jogador. "Disse-lhes a eles, que eram uns 50, que viessem um a um. Mas não veio ninguém", afirmou o antigo atleta, garantindo ainda ter agredido mesmo um indivíduo já em Assunção, capital do Paraguai: "Um adepto do River armou-se em valente e enfiei-lhe um sopapo."