Sociedade

Tancos. Chefe do Estado-Maior do Exército diz que houve “desleixo”

O General Rovisco Duarte está a ser ouvido no Parlamento à porta fechada.

O General Rovisco Duarte, Chefe do Estado-Maior do Exército, diz que houve “desleixo”, o que permitiu o roubo de material militar dos paióis de Tancos.

O Chefe do Exército responsabilizou os comandantes e fala em “erros estruturais inadmissíveis e sistémicos”.

“Houve efetivamente um problema de comando”, disse.

Rovisco Duarte terá confirmado que a lista de material roubado divulgada pelo jornal espanhol El Español correspondia à verdade e que se sentia "humilhado".