Sociedade

Marcelo exonera general que se demitiu do Exército

A decisão surgiu após a reunião do Presidente com as chefias dos três ramos das Forças Armadas

Marcelo Rebelo de Sousa exonerou um dos generais que se tinha demitido na sequência da polémica com Rovisco Duarte, chefe do Estado-Maior do Exército, que tinha exonerado cinco comandantes após o furto de armas em Tancos.

O general em causa é José Calçada, que tinha funções de secretário do Conselho Superior de Defesa Nacional, escreve o Diário de Notícias.

A decisão do Presidente da República surge após o jantar de segunda-feira entre Marcelo e as chefias dos três ramos das Forças Armadas.

Recorde-se que o tenente-general José Calçada foi um dos dois generais que se demitiram depois de Rovisco Duarte ter exonerado cinco chefias militares na sequência do roubo de material de guerra nos paióis de Tancos.