Sociedade

Mãe de Rui Pedro faz novo apelo emotivo

“E se me acontecer qualquer coisa, continuem a lutar por saber o que lhe aconteceu”, escreveu Filomena Teixeira

Rui Pedro desapareceu há 19 anos, quando tinha apenas 11, e a mãe nunca se conformou com o facto de não saber o que aconteceu.

Filomena Teixeira continua sem desistir de lutar para obter uma explicação e faz um novo apelo, publicado no Facebook do Terras Do Vale De Sousa, um jornal local.

“Não se esqueçam dele por favor”, escreve a mãe de Rui Pedro, em letras maiúsculas.

Filomena Teixeira confessa que não consegue deixar de pensar no filho e admite que gostava de lidar com a dor e com a saudade de forma mais saudável, mas não consegue.

“Queria tanto ser diferente, faço tudo ao contrário, fecho-me, isolo-me. E leio. Mas não esqueço. Não posso deixar de falar cada vez mais nele, tudo me lembra dele. E hoje é um dia de choro, de revolta, de desespero e mais, e mais, até ao infinito da dor”, lê-se no texto.

A mãe do rapaz desaparecido, incansável na busca de respostas, pede ainda que o caso do filho não seja esquecido e acrescenta: “E se me acontecer qualquer coisa, continuem a lutar por saber o que lhe aconteceu”.

“É já tudo o que me resta! Este desespero de saudade que só quem é mãe sente. Por favor não se esqueçam dele. Nunca desistam. Mãe”, apela mais uma vez Filomena Teixeira.