Politica

Diário da República diz que Margarida Marques pediu para sair quando a própria disse que não

A governante dos Assuntos Europeus não sai por livre-vontade, mas o Diário da República diz que sim


A entrada é de ontem, a polémica é da semana. Na semana em que os três secretários de Estado que aceitaram convites da GALP para irem a jogos do Euro pediram para serem exonerados, outros quatro secretários de Estado também saíram do governo.

Margarida Marques, dos Assuntos Europeus, é um dos casos. E talvez o menos óbvio. É que Marques admitiu esta semana à imprensa que não pedira "para sair" e que estava surpreendida com a decisão da liderança de governo abdicar da sua pertença. 

No entanto, na entrada do Diário da República correspondente à exoneração dos três secretários de Estado reza que os sete são "exonerados a seu pedido"; cenário que manifestamente não sucedeu com todos. 

A anomalia pode ser verificada no endereço público respetivo, em https://dre.pt/application/file/a/107697703

"Com este governo, até no diário da república se mente", ironizou Miguel Morgado, deputado e vice-presidente da bancada do PSD.

Os comentários estão desactivados.