Vida

As selfies também podem matar. É neste país que elas são mais fatais

As novas tecnologias trouxeram uma nova moda, que se tem tornado fatal, em algumas situações 

Desde o aparecimentos das redes sociais e dos smartphones, foi surgindo cada vez mais a moda das ‘selfies’, mas com essa moda também aumentou o número de mortes, em vários paíes. No entanto, há u que se destacada pela quantidade de mortes que já teve pela forma como as pessoas arriscam as suas vidas apenas para tirar uma fotografia.

De acordo com um estudo na Universidade Carnegie Mellom, na Pensilvânia, Estados Unidos, cerca de 60% destas mortes ocorreram na Índia.

O estudo da universidade norte-americana, em parceria com o Indraprastha Institute of Information Technology Delhi, uma universidade indiana, apresentou o número de mortes que ocorreram  num período de 18 meses - entre março de 2014 e setembro de 2016). O número total foi 127, sendo que 76 tiveram lugar na Índia.

Estas mortes começam a ser preocupantes na Índia, tendo já a polícia de Mumbai declarado 15 lugares perigosos como “zonas interditas a selfies”. Foram também colocados sinais de alerta aos turistas, que são as principais vítimas, sobre os perigos desta moda.