Economia

Estes são os três municípios com maior eficiência financeira

Dados do Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses

Marinha Grande, Vila Velha de Ródão e Sintra – estes são, de acordo com o Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses, referente a 2016, os três municípios que apresentam maior eficiência financeira.

Divulgado a cerca de três meses das eleições autárquicas, o relatório, elaborado com o apoio da Ordem dos Contabilistas Certificados, em colaboração com o Tribunal de Contas, o Centro de Investigação em Contabilidade e Fiscalidade do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave e a Universidade do Minho, faz um retrato dos municípios portugueses, analisando pontos como índice de liquidez, passivo por habitante e impostos diretos por habitante.

A avaliação divide-se em quatro grupos: grupos das autarquias de grande, média e pequena dimensão e um ranking total, independente da dimensão.

A Marinha Grande, no distrito de Leiria, é aquele que mais se destaca entre os 308 municípios portugueses – Em 1900 pontos, o município arrecadou 1704, ficando em primeiro lugar tanto no grupo dos municípios de média dimensão como no ranking total. Vila Velha de Ródão, em Castelo branco, passou do 12º lugar da lista total em 2015 para segundo no ano passado.

Sintra, no concelho de Lisboa, é o município mais eficiente entre os grupos de grande dimensão, mas é ultrapassado no total de pontos (e no ranking global) por Santa Cruz das Flores, na região dos Açores, Murtosa, no distrito de Aveiro, e Mealhada, também distrito de Aveiro. Santa Cruz das Flores e Mealhada estão no segundo lugar dos rankings dos municípios de pequena e de média dimensão, respetivamente. Murtosa está no terceiro lugar do ranking das autarquias mais pequenas. No entanto, os municípios de maior dimensão conseguem uma maior eficiência financeira do que os mais pequenos.