Vida

Atleta abandona futebol para salvar vida de sobrinho de nove meses

Ação do jogador tem sido notícia em todo o mundo

Alejandro Benítez, um reconhecido jogador de futebol da província de Entre Ríos, na Argentina pela sua prestação em campo pela Central Larroque, o equivalente à terceira divisão do campeonato português, decidiu abdicar do seu sonho para salvar a vida do sobrinho de apenas nove meses.

A criança nasceu com uma malformação que impedia que a bílis fosse transportada do fígado para a vesícula, sendo o transplante a única solução para a sua sobrevivência. Apesar da mãe ser compatível, não podia submeter-se à intervenção cirúrgica devido a problemas cardíacos.

Alejandro Benítez foi assim a segunda pessoa compatível que os médicos descobriram e de imediato abdicou do seu sonho para salvar a vida criança, uma vez que não poderia continuar a jogar após a cirurgia.

“Sabia que era compatível e doei o fígado. Nunca coloquei em causa fazê-lo, mesmo sabendo que teria que abandonar o futebol”, sublinhou o ex-futebolista de 30 anos, ao jornal El Argentino.