Politica

Loures. CDS avança com Pedro Pestana Bastos

CDS contra Ventura: “O CDS tem no seu ADN a dignidade da pessoa humana”

Pedro Pestana Bastos vai ser o candidato do CDS a Loures, depois da rutura do partido liderado por Assunção Cristas com o PSD por causa das declarações de André Ventura, o cabeça-de-lista, sobre a comunidade cigana.

Ao i, Pedro Pestana Bastos, antigo candidato à concelhia do CDS de Lisboa – que faz parte da corrente Alternativa e Responsabilidade, que se foi distanciando de Paulo Portas –, afirma que se disponibilizou para ser candidato à Câmara de Loures. “Quando disse a Assunção Cristas que o CDS não deveria apoiar candidatos que apoiam a prisão perpétua, disse logo que, se precisasse de um candidato, contaria comigo”, afirma o advogado.

Pedro Pestana Bastos faz uma grande demarcação do candidato apoiado pelo PSD e PPM, André Ventura. “Claro que o dr. André Ventura pode fazer as declarações que entender sobre os ciganos ou pode defender a introdução da prisão perpétua para delinquentes. Não pode é esperar ser o candidato do CDS, que tem no seu ADN a dignidade da pessoa humana.”

Há uma semana, numa entrevista ao i, André Ventura afirmou que a comunidade cigana tem “um sentimento de enorme impunidade, sentem que nada lhes vai acontecer”. O CDS decidiu retirar-se da coligação de Loures na sequência desta entrevista, mas Pedro Passos Coelho não mudou uma vírgula no seu apoio ao candidato André Ventura.