Sociedade

PJ detém mulher suspeita de deflagrar incêndio em Castelo Branco

Suspeita terá ateado o fogo com um isqueiro

A Polícia Judiciária deteve uma mulher, de 50 anos, por suspeita de ter ateado o incêndio no distrito de Castelo Branco, que entretanto se alastrou ao distrito de Santarém, e que ainda continua ativo.

De acordo com o comunicado da polícia, a mulher foi “detida pela Diretoria do Centro, com a colaboração da GNR, por suspeita de "um crime de incêndio florestal em terreno povoado por pasto seco e pinheiros, com utilização de isqueiro".

Só este ano, já foram identificadas e detidas 40 pessoas pelo crime de incêndio florestal.