Internacional

Lava Jato: ex-presidente do Banco do Brasil e da Petrobras detido

Bendine é suspeito de ter solicitado e recebido três milhões de reais (816,3 mil euros)

Aldemir Bendine, ex-presidente do Banco do Brasil e da Petrobras, foi detido esta quinta-feira, no âmbito da 42ª fase da Operação Lava Jato.

Também André Gustavo Vieira da Silva, representante de Bendine, e Antônio Carlos Vieira da Silva Júnior foram detidos.

Os suspeitos foram detidos temporariamente, uma ação que tem um prazo de cinco dias e pode ser convertida em prisão preventiva.

Bendine é suspeito de ter solicitado e recebido três milhões de reais (816,3 mil euros) para ajudar a construtora Odebrecht em negócios com a Petrobras. Os pagamentos só terão sido interrompidos aquando da detenção de Odebrecht, em junho de 2015.

A detenção de Bendine surge no seguimento de delações (informações dadas às autoridades para benefícios no âmbito do processo) feitas por Marcelo Odebrecht e Fernando Reis.