LifeStyle

Sites com ofertas low-cost

Se ainda não marcou a sua viagem para o verão, está na altura de começar a pensar fazê-lo.

Couchsurfing

•  Rede internacional que promove a hospitalidade gratuita a todos os seus membros em mais de 200 mil cidades. Para ser membro é necessário inscrever--se em Couchsurfing, preencher o seu perfil e disponibilizar o seu sofá (couch) e tempo para mostrar a sua cidade. Os membros são alvo de certificação e verificação, correndo o risco de serem excluídos da rede se não cumprirem as regras. 

TrocaCasa

•  Disponibiliza a sua casa e, em troca, pode usufruir de outra. A plataforma está presente mais de 150 países e conta com mais de 50 mil ofertas. Para ser membro tem de pagar 70 euros, válidos para 12 meses e com direito a um número de trocas ilimitado. Ao contrário do que acontece no couchsurfing, aqui não tem de conviver com os donos da casa, pois eles estarão na sua nesse mesmo período. Escolha o destino, veja as ofertas disponíveis e reserve. 

Airbnb

•  Tem acesso às mais variadas opções, desde apartamentos até 1400 castelos. Nesta página encontrará mais de 65 mil cidades e 192 países. A Airbnb é um caso de sucesso e Portugal não fica alheio a esta tendência. Tem atualmente mais de três milhões de anúncios. Se não decidiu para onde quer ir, recorra aos guias de bairros disponíveis na página oficial de internet da empresa. 

Pure Portugal Holidays

•  Apresenta hipóteses para todos os segmentos: desde o turismo de luxo ao campismo, passando por opções low-cost, estadias mais longas ou ambientes ecológicos. Nesta base de dados poderá escolher uma oferta em qualquer zona do país e com preços acessíveis. 

Pousadas de Juventude

•  Estão abertas a todas as idades e dispõem de quartos duplos, familiares, apartamentos e camaratas de quatro a seis camas. A estadia inclui pequeno-almoço e a única exigência é ser titular do cartão Pousadas de Juventude, que poderá ser requisitado nas pousadas, nas delegações regionais do Instituto Português da Juventude ou na página oficial das pousadas.

Parques de campismo

•  É uma das formas mais económicas para fazer férias e o valor total a pagar dependerá do parque que escolher, do número de pessoas do acampamento, se possui ou não carro e do número de tendas, entre outros fatores, podendo encontrar em alguns parques de campismo valores muitos baixos face às alternativas tradicionais: apartamento ou hotel.

Motores de pesquisa

•  As companhias de aviação low- -cost voam para cada vez mais destinos e, por vezes, permitem reservar alojamento de imediato. Procure os motores de pesquisa de viagens, tais como o Rumbo, Edreams ou Skyscanner. No entanto, tenha em atenção os preços apresentados, já que em algumas destas redes poderão ser cobrados valores adicionais, ainda que residuais, correspondentes às comissões dessas plataformas. Aconselhamos a que visite ainda os sites das companhias aéreas, nos quais são anunciadas promoções com regularidade.

HostelBookers

•  Os hostels estão em crescimento e apresentam ofertas para todos os gostos e preços. O HostelBookers é uma espécie de uma agência de viagens online e não cobra comissões. Consulte também as páginas Hostel World ou Hostels.com