Marketing

Marketing de verão

Quando trabalhamos marcas, sabemos que há picos de comunicação e que há momentos do ano em que todos querem e vão falar, dependendo obviamente do setor de atividade.

No que toca ao verão são várias as marcas que se posicionam nesta altura.

Por um lado, há uma sazonalidade inerente ao próprio produto que explica o reforço de comunicação como é o caso de gelados, fatos de banho, mobiliário ao ar livre, protetores solares entre outros. 

Por outro lado, há uma disponibilidade para parcerias interessantes, pelo facto de o consumidor estar de férias, mais descontraído e mais livre. Isto manifesta-se nas inúmeras ativações de marcas em festivais de música e outros eventos de Verão como sunsets ou beach parties.

A verdade é que principalmente por ser uma época de férias é fundamental perceber onde e como comunicar. Numa altura do ano em que o consumo de televisão decresce, as marcas vão frequentemente para a rua, e estrategicamente, para as praias para levar a sua mensagem ainda mais longe.

Mas esta ‘intromissão’ na vida das pessoas deve ser relevante e enquadrada para que nenhuma marca interrompa as férias de cada um. Lembramo-nos todos com nostalgia da Bola Nivea espalhada pelas praias de Portugal. Uma ação simples com fit praticamente perfeito entre produto e consumidor.

Desde então muitos já tentaram replicar esta ação e criar esta memória tão forte no seu target.

Desde marcas que encheram praias de guarda-sóis, passando por outras que ofereceram criativos colchões, até finalmente as que garantiram toalhas a várias celebridades, sempre colocando as suas marcas nas bocas do mundo. 

Além das praias, outro ponto de contacto importante são as inúmeras festas de verão que invadem os principais locais de férias. Uma oportunidade essencialmente para marcas de bebidas, mas também para todas as marcas que de alguma forma se querem posicionar dentro de um determinado estilo de vida.

É por isso normal que muitas marcas lancem produtos nesta altura e tirem assim vantagens da maior predisposição para se experimentar coisas novas.

Por último é uma altura propícia ao aparecimento de marcas que nascem e morrem no Verão, tal como os amores de Verão que se enterram na areia. Desde bares, restaurantes até pop up stores de biquínis ou roupa de praia, são vários os projetos que surgem do nada e da mesma forma acabam. Estrategicamente pensados para curta duração, cumprem o seu papel e garantem muitas vezes um ano inteiro de descanso. 

Seja qual for o papel em que nos encontramos - marca, consumidor ou empreendedor - todos os Verões encaramos esta realidade e orientamos as nossas escolhas dentro deste paradigma.

E de marcas por agora já chega, porque em país de sol e mar, o que hoje vamos todos à procura é de um belo areal para nos deitarmos como lagartos ao sol.

Boas aventuras e umas excelentes férias!

 

Nota: A crónica vai a banhos durante o mês de agosto e volta em setembro.

 

*Diretora Criativa Havas Sports & Entertainment