Internacional

Dezasseis anos depois, foi identificada vítima do 11 de setembro

Apenas 1641 das 2753 vítimas foram identificadas

 

Quase 16 anos depois do ataque de 11 de setembro às Torres Gémeas, foi identificada mais uma vítima.

De acordo com as autoridades citadas pela BBC, a vítima do sexo masculino foi identificada a partir do ADN encontrado nos restos mortais. Esta é a primeira vítima a ser identificada desde março de 2015 e a sua identidade não será divulgada a pedido da família.

De um total de 2753 mortes confirmadas, apenas 1641 vítimas foram identificadas, sendo que para a mais recente foi utilizada uma análise de ADN mais avançada usada pelos peritos desde o início do ano. Recorde-se que para além dos 2753 mortos provocados pelo embate dos aviões nas Torres Gémeas, morreram 184 pessoas no Pentágono, em Washington, e 40 no avião que caiu na Pensilvânia.

O gabinete de ciência forense de Nova Iorque continua a analisar os mais de 21 900 restos mortais recolhidos no local e que ainda carecem de catalogação.