Economia

Emigrantes lesados do BES protestam em Lisboa

Protesto vai ocorrer em frente à sede do Novo Banco

A Associação Movimento Emigrantes Lesados Portugueses (AMELP) vai estar esta sexta-feira, pelas 11h30, a protestar junto à sede do Novo Banco, reivindicando uma proposta que abranja todos os que perderam dinheiro com a queda do BES, mesmo após a existência de um acodo para parte dos associados.

Heleba Batista, vice-preseidente da AMELP, explicou à agência Lusa que existem "dois produtos que ainda não têm solução": os clientes que investiram mais de 140 milhões de euros nos produtos EG Premium e Euro Aforro 10.

Na quarta-feira, a associação anunciou que tinha chegado a um entendimento com o Novo Banco e o Governo. Este passa pela recuperação de 7 do dinheiro investido nos seguintes produtos: Euro Aforro 8, Poupança Plus 1, Poupança Plus 5, Poupança Plus 6, Top Renda 4, Top Renda 5, Top Renda 6 e Top Renda 7. No entanto, as pessoas que investiram nos produtos EG Premium e Euro Aforro 10 continuam à espera de uma solução.

Após a resolução do BES, cerca de 8000 emigrantes em França e Suíça reclamaram mais de 720 milhões de euros e acusaram o banco de ter vendido produtos arriscados quando estes tinham sido propostos como sendo depósitos a prazo para não residentes.