Economia

Europa. Jovens que emigram são mais qualificados

Em agosto, mês dos emigrantes, o Instituto Nacional de Estatística (INE) diz que, ao todo, há mais de 1,7 milhões de portugueses emigrados em toda a Europa.

Mas, além de avançar com os números, traça um perfil do emigrante português. De acordo com os dados publicados, são mais jovens, têm mais escolaridade e têm mais emprego do que os que optam por ficar em Portugal. O INE aponta mesmo para o facto de mais de um quarto os emigrantes portugueses terão o ensino superior.

Apesar de o estudo ter sido elaborado em 2014 e não ter contado com a Alemanha, Irlanda e Dinamarca, é possível perceber a situação dos emigrantes portugueses no mercado de trabalho.

Dos 1,7 milhões de emigrantes, cerca de 907 mil são de primeira geração e os 812 mil de segunda. Os países da Europa que mais receberam emigrantes portugueses são França (mais de 62%), Suíça (14%) e Espanha (9%).