Politica

Armando Vara " Quando cheguei ao BCP cortei logo a publicidade no SOL"

O diálogo que se segue foi reconstituído pelo SOL a partir da informação recolhida em várias fontes. Mantemos o abundante recurso a palavrões, pois é revelador do tipo de linguagem usado pelos interlocutores.

Aconversa ocorreu em 28 de Agosto de 2009, numa altura em que o SOL era visto como um dos principais inimigos do ‘socratismo’. À data, Joaquim Oliveira é presidente da Controlinveste (hoje Global Notícias), grupo de media considerado afeto a José Sócrates, e Armando Vara é vice-presidente do BCP, que fora acionista fundador do SOL. A quando desta conversa, já o jornal tinha sido adquirido por empresários luso-angolanos, depois de uma tentativa frustrada do BCP para o fechar. 

Joaquim Oliveira pergunta a Armando Vara: – Estás ocupado? 

Armando Vara – Estou a conduzir mas podes falar. 

Oliveira – Hoje fiquei chocado com o SOL.

Vara – Com aquele editorial do [José António] Saraiva (1)?

Oliveira – Com o editorial e também com o filho da pu** do Marcelo [Rebelo de Sousa]. 
 

Leia o resto da conversa na edição impressa do SOL deste fim de semana