Sociedade

Casal português morreu em praia não vigiada em Valência

Ele tinha 59 anos e ela 57. 

Os dois morreram afogados na passada sexta-feira, na praia não vigiada de Racó de Cullera em Valência. O casal foi resgatado por um grupo de nadadores salvadores que estavam perto do local.

Carlos Seixas, uma das vítimas, era professor na Escola de Vila Verde. O estabelecimento de ensino já reagiu à notícia, manifestando pesar nas redes sociais.

No local, o casal não resistiu ao afogamento e nem as manobras de reanimação, realizadas durante 40 minutos, foram suficientes.