Politica

Alfredo Barroso acusa Graça Fonseca de fazer "propaganda pessoal"

O histórico socialista acusou a secretária de Estado de não falar "nicles" sobre a sua pasta

Alfredo Barroso continua sem papas na língua. Desta vez, o fundador do Partido Socialista atacou um membro do governo do PS liderado por António Costa.

"Não conheço pessoalmente Graça Fonseca, mas já sabia que ela era homossexual. E isso que tem? Nada", escreveu. 

"Julgo que a secretária de Estado da Modernização Administrativa, de que muito raramente se houve falar, terá aproveitado a oportunidade de uma entrevista (...) para praticar um acto considerado de 'coragem pessoal', mas também, e sobretudo, para uma manifestação de mera propaganda pessoal", acusou o sobrinho do falecido Presidente da República, Mário Soares.

"Sobre Modernização Administrativa, 'nicles'", ironizou também, em jeito de conclusão, considerando que a governante, que assumiu a sua homossexualidade em entrevista, pouco falou sobre a pasta que ocupa no executivo.