Sociedade

Portugal mantém nível de alerta inalterado. Autoridades esclarecem rumores

Rumores nas redes sociais acerca de uma eventual ameaça terrorista levaram a secretária-geral do Sistema de Segurança Interna a emitir um comunicado, no qual garante que o nível de alerta se mantém moderado.

Desde quarta-feira à noite que têm circulado nas redes sociais rumores de que o nível de alerta de terrorismo em Portugal teria aumentado devido à existência de uma ameaça no país.

(O SOL tentou chegar ao perfil de Joana Santos, mas sem sucesso)

 

"Portugal não alterou o grau de ameaça, que se mantém em grau moderado", informou em comunicado o serviço dirigido por Helena Fazenda.

A Secretária-Geral do Sistema de Segurança Interna informa ainda que "todas as forças e serviços de segurança que integram a Unidade de Coordenação Antiterrorismo estão a trabalhar em completa articulação e em cooperação com as suas congéneres, acompanhando o contexto internacional no âmbito da ameaça terrorista".

Questionada pela Lusa sobre a razão do comunicado, Helena Fazenda confirmou a existência de "rumores", adiantando que foi o que obrigou à emissão do texto.

De sublinhar que logo após os atentados na Catalunha, a câmara de Lisboa mandou colocar barreiras de cimento em Belém e pilaretes nos acessos a zonas turísticas como o Chiado e a Baixa.

(notícia atualizada ás 13h30)