BdP

Dívida pública em novo recorde

A dívida pública portuguesa voltou a aumentar, pouco, mas o suficiente para bater um novo recorde.

De acordo com o Banco de Portugal (BdP), a dívida pública chegou aos 249,165 mil milhões de euros em julho, um aumento de 81 milhões de euros face aos 249,084 mil milhões de euros de junho.

O BdP a subida de julho com o "aumento de certificados do Tesouro e outros depósitos junto das administrações públicas em 0,6 mil milhões de euros e emissões líquidas negativas de títulos no mesmo montante".

O banco central revela ainda que “adicionalmente, registou-se em julho um acréscimo de empréstimos no montante 0,1 mil milhões de euros, resultante do aumento de empréstimos junto de bancos residentes, com destaque para o acordo assinado entre o Estado e o Banco Santander Totta respeitante aos contratos de derivados com empresas públicas de transportes (2,3 mil milhões de euros)”.

A diminuir a dívida naquele mês estiveram o “reembolso de empréstimos do Fundo Monetário Internacional (1,8 mil milhões de euros)” e também a diminuição dos “ativos em depósitos da administração central” em 0,8 mil milhões de euros.

No que diz respeito à dívida pública líquida de depósitos, em julho registou-se um acréscimo de 900 milhões de euros para 230,3 mil milhões de euros.

O Banco de Portugal só publica os dados da dívida pública em percentagem do PIB no final de cada trimestre. Em junho era de 132,2% do PIB, abaixo do recorde de 133,1% fixado em setembro de 2016.