Economia

Ação do BCP não põe em causa venda do Novo Banco, garante BdP

“O processo de venda do Novo Banco decorrerá dentro dos prazos previstos”

O Banco de Portugal assegura que o processo de venda do Novo Banco não sofrerá alterações, apesar da ação do BCP junto do tribunal administrativo.

Através de um comunicado, a que o SOL teve acesso, o “Banco de Portugal sublinha que não há qualquer alteração no procedimento de venda do Novo Banco, nomeadamente no acordo assinado com o Lone Star e no calendário acordado”.

Assim, o “processo de venda do Novo Banco decorrerá dentro dos prazos previstos uma vez que, tal como decorre da informação do BCP, a ação junto do tribunal administrativo não tem como objetivo suspender ou travar este processo de venda”, refere o documento.

Esta sexta-feira, o BCP informou a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) que tinha entregue em tribunal um pedido de apreciação jurídica da obrigatoriedade de capitalização contingente pelo Fundo de Resolução, no processo de venda no Novo Banco à Lone Star.

Recorde-se que o acordo para a venda de 75% do Novo Banco à Lone Star prevê que o Fundo de Resolução bancário possa ser chamado a realizar uma injeção de capital que pode chegar aos 3,9 mil milhões de euros no Novo Banco. Em causa estão os chamados ativos tóxicos e alienações de operações não estratégicas.