Internacional

Sismo no México. Número de mortes sobe para 37

O número de vítimas mortais está em constante atualização

O número de vítimas mortais na sequência do sismo de 8.4 na escala de Richter aumentou para 37, de acordo com o último balanço, citado pela Reuters

Os dados anteriores referiam 16 mortes.

O governador de Oaxaca, uma das zonas mais afetadas pelo terramoto, Alejandro Murat, afirmou que só no seu Estado morreram pelo menos 23 pessoas.

Este é o mais forte abalo das últimas décadas no país, tendo em conta a intensidade e a dificuldade nas comunicações, devido ao corte de energia o número de vítimas mortais pode continuar a aumentar significativamente. O balanço anterior dava conta de seis mortes.

Em relação ao número de feridos não há ainda informações oficiais.

O sismo ocorreu por volta das 5h50 (hora de Lisboa) com o epicentro a 165 quilómetros de Tapachula, no estado de Chiapas, a uma profundidade de 35 quilómetros.

A seguir ao abalo sísmico foi emitido imediatamente um alerta de tsunami para oito países, México, Guatemala, El Salvador, Costa Rica, Nicarágua, Panamá, Honduras e Equador.