IRS

2,56 mil milhões de euros reembolsados

O ministério das Finanças reembolsou 2,56 mil milhões de euros e exigiu 1,38 mil milhões de euros aos contribuintes relativos ao IRS de 2016. O prazo médio de reembolso foi 23 dias.

O ministério das Finanças revelou ontem em comunicado que até 31 de agosto foram processadas 5161700 declarações de IRS, mais 162000 que em igual período do ano passado. O número de declarações liquidadas em cada escalão aumentou, exceto no primeiro escalão, em que houve uma redução das declarações submetidas e liquidadas.

Segundo o comunicado, “do total de declarações, 2,6 milhões deram origem a reembolso, correspondendo a um montante global de 2,56 mil milhões de euros, mais 159 milhões de euros que no ano anterior”. O montante de reembolso médio foi de 997 euros.

 O ministério de Mário Centeno acrescente que, das “restantes declarações, 1,77 milhões não originaram nem reembolso nem nota de cobrança e 829 mil declarações resultaram em notas de cobrança correspondendo a um valor global de 1,38 mil milhões de euros” um valor superior em 182 milhões euros a 2015.

O IRS 2016 teve um  prazo médio de reembolso de 23 dias, sendo que no caso do “IRS Automático” - opção utilizada por mais de 806 mil contribuintes - o prazo médio foi de apenas 12 dias. Os números comparam com o prazo médio de 36 dias do ano passado e os 30 dias no ano anterior.