Politica

Mulher e filho de António Costa nas listas para as freguesias

Fernanda Tadeu volta a aparecer na política ativa, mas sem manifestações. Está na lista à junta de Benfica.

A mulher do primeiro-ministro António Costa, Fernanda Tadeu, será candidata nas listas do Partido Socialista à Junta de Freguesia de Benfica. Vai em sexto lugar na lista.

O filho, Pedro Miguel, também será candidato pelo PS nas eleições autárquicas deste ano e também a uma junta de freguesia lisboeta: vai em terceiro lugar na lista a Campo de Ourique, bairro onde também já foi sócio de um bar.

Pedro, de 25 anos e militante da Juventude Socialista, é atualmente vogal na junta de São Domingos de Benfica. Mas é a história da mãe que tem sido menos politicamente discreta, pelo menos para António Costa.

Fernanda, que não tem cartão de militante do PS embora se tenha inscrito como simpatizante nas primárias que elegeram o marido secretário-geral (há três anos), não é distante ao exercício da cidadania.

Em 2008, era Sócrates primeiro-ministro e Costa figura de prôa desse governo, Fernanda Tadeu foi fotografada numa manifestação de professores contra o executivo. Milhares de profissionais do meio protestavam nas ruas.

Na altura, confrontado pela imprensa com o facto de Fernanda ter protestado contra um governo de que fazia parte, Costa respondeu com a agilidade política que se lhe conhece: «Acham que vou comentar a vida privada da minha mulher? Era o que faltava», disse primeiro, juntando depois achega: «Há já bastantes anos que as mulheres podem exercer direitos políticos sem terem de pedir autorização aos maridos».

Até 2014, Fernanda Tadeu foi educadora numa escola em Sintra.