Politica

Costa pede "força" nas autárquicas para o governo "continuar a andar para a frente"

António Costa afirmou que os candidatos do PS às autárquicas estão "comprometidos" com o plano do governo de levar Portugal "para a frente".

António Costa veio incentivar ao voto no PS no dia 1 de outubro arguntentando que "[votar no PS] é dar força às nossas economias, às nossas finanças pública e dar continuidade à mudança política que iniciámos há dois anos". Segundo a Lusa, o secretário-geral do PS afirmou ainda que não pretende voltar atrás nas políticas, como "alguns sonham todos os dias voltar atrás".

"É disto que o país precisa, continuar a andar para a frente, não pararmos e, sobretudo, não voltarmos a andar para trás", acrescentou António Costa no comício de apresentação dos candidatos às autárquicas de Barcelos. Costa acabou por incentivar ao voto nos candidatos às juntas de fregesia e câmaras municipais do PS porque "dar força" ao partido é eleger "autarcas comprometidos" com o governo para melhorar as condições sociais do país.

Também Jerónimo de Sousa tinha apelado ao voto, durante o discurso da Festa do Avante, para "poder dar novos passos e avanços na resposta aos problemas do país, dos trabalhadores e do povo". O líder do PCP pediu "mais votos na CDU" e afirmou que "as próximas eleições autárquicas assumem grande importância pelo que representam no plano local, mas também pelo que podem contribuir para dar força à luta que travamos para melhor defender os interesses dos trabalhadores, do povo e do país."