Internacional

Irma. Falha no ar condicionado mata seis idosos na Florida

Temperaturas superam os 30º e mais de quatro milhões de pessoas não têm eletricidade. 

Seis pessoas morreram num lar de idosos em Hollywood, na Florida, onde as falhas de eletricidade provocadas pelo furacão Irma fizeram com que o ar condicionado se desligasse na terça-feira e continuasse assim durante a noite. Três pessoas foram encontradas mortas durante a manhã e outras três morreram ao longo desta quarta-feira, já no hospital.

Por precaução, cerca de cem outros residentes foram retirados do lar, que afirma ter sofrido um “corte prolongado” de energia durante horas de grande calor. “É um acontecimento triste”, disse o chefe da polícia local, Tomas Sanchez, citado pelo “New York Times”. “Por precaução, enviámos agentes para as outras 42 residências de assistência e idosos em toda a cidade.”

As autoridades iniciaram uma investigação criminal. Segundo o diretor do departamento de emergência no hospital para onde os residentes foram levados, Randy Katz, a maioria dos pacientes apresentava esta quarta-feira sintomas de dificuldade respiratória, desidratação e vários problemas cardíacos.   

O furacão Irma provocou estragos nas redes de eletricidade da Florida que podem levar dias ou até semanas a resolver. No pior momento, cerca de 40% do estado e cerca de 15 milhões de pessoas estavam sem eletricidade e com temperaturas a superar os 30º Celius. Esta quarta-feira, a estimativa era que ainda 4,4 milhões de habitantes não tivessem energia.