Vida

Jornalista do Financial Times morto por crocodilo

Paul McClean estava de férias com os amigos
 

O jornalista britânico, Paul McClean, morreu após ter sido atacado por um crocodilo, quando se aproximou para lavar as mãos numa lagoa na praia de Elephant Rock, no Sri Lanka.

Paul tinha 24 anos, e estava de férias com os amigos na ilha, quando se afastou do grupo para ir lavar as mãos, nesse mesmo momento, e deacordo com o relato de várias testemunhas, o homem foi arrastado para a água.

"Um pescador local viu um homem a ser arrastado por um crocodilo para um rio afastado da praia. A polícia foi chamada imediatamente", explixou o ex-presidente da Arugam Bay Surf Club, Fawas Lafeer.

Segundo avança a Sky News, citando a mesma fonte, "esta é a primeira vez que se conhece um ataque de crocodilo no Sri Lanka. Turistas e locais fazem surf na Elephant Rock, que é uma linda praia e muito segura. Os crocodilos no Sri Lanka vivem apenas em água doce e na costa da selva, é quase inaudito que eles se aproximem da praia, pois a água salgada os deixa cegos".

McClean licenciou-se na Universidade de Oxford, com grau de primeira classe em francês, e entrou para o jornal Financial Times como estagiário onde trabalhava já há dois anos.