Sociedade

Dia Mundial do Linfoma. Conheça a doença

Esta sexta-feira celebra-se o Dia Mundial do Linfoma, e o i deixa algumas informações sobre a doença e os cuidados que deve ter para conseguir identificar a forma como esta se desenvolve. 

O que é o linfoma?

•  Um linfoma é uma doença maligna do sangue, que geralmente resulta do crescimento anormal das células do sistema linfático. É uma doença muitas vezes silenciosa, com poucos sintomas específicos, por serem comuns a um grande número de doenças, dificultando assim o diagnóstico inicial.

•  Existem dois tipos de linfoma: não-Hodgkin e de Hodgkin.

•  Em Portugal todos os anos surgem cerca de 2000 casos novos. 

Tipos de Linfoma

•  Linfoma não-Hodgkin: é o mais frequente com cerca de 80 a 90% dos casos. Pode ainda subdividir-se em quatro subtipos e constitui cerca de 4% de todos os tipos de cancro.

•  Linfoma de Hogkin: é menos frequente e normalmente é caracterizado por um tipo de células específicas.

Sintomas mais frequentes

•  Perda de peso

•  Febre

•  Suores e alterações na pele

•  Cansaço e fadiga extrema

•  Gânglios inchados

Como é identificado?

•  A maioria dos linfomas aparece após os 60 anos, mas os linfomas de Hodgkin aparecem mais frequentemente nos jovens.

•  O diagnóstico só pode ser feito por meio de uma biopsia, que normalmente é feita, por alguém experiente, a um gânglio.

•  É importante que o patologista que faz a biopsia seja experiente, pois o diagnóstico dado vai determinar o tipo de tratamento a ser utilizado.

Tratamento

•  Normalmente a maior parte dos linfomas são tratados com quimioterapia e radioterapia.

•  Também se pode ser utilizado corticoides, ou anticorpos monoclonais.