Automóvel

Alemanha constroi maior estação mundial de carregamento rápido

Os carros elétricos estão em alta, com as vendas a aumentar e várias cidades em todo o mundo a proibirem a anunciarem a proibição de carros com motores a combustível fóssil. Para responder a este crescimento são necessárias infraestruturas para carregar os veículos. 

E na Alemanha, cuja indústria automóvel, através dos principais construtoras – Volkswagen, BMW e Daimler (fabricante da Mercedes-Benz) – anunciou há pouco tempo um programa de mudança para o fabrico de carros elétricos, há também planos para esses pontos de carregamento.

A empresa alemã Sortimo revelou um projeto para a construção da maior estação mundial de carregamento rápido de carros elétricos. A Innovationspark Zusmarshausen, localizada perto da Autoestrada 8, terá 144 pontos de carregamento e a capacidade para carregar 4000 veículos por dia.

Segundo a empresa, 24 dos 144 pontos terão uma capacidade de 350 kw, 200 kw mais do Superchager da norte-americana Tesla, que tem capacidade de carregar uma bateria na totalidade em menos de uma hora.

O projeto, que tem o apoio do Ministério dos Transportes da Alemanha, será construído em 2018, incluiu espaços de comércio, lazer e trabalho para ocupar os condutores enquanto as baterias carregam.

As baterias dos carros elétricos são também tema de atenção em Portugal. O secretário de Estado do Ambiente diz que o aumento de carros elétricos a circular implicará mais baterias a reciclar.

Segundo Carlos Martins, esta é uma realidade que chegará dentro de poucos anos e para a qual a indústria portuguesa deve preparar-se, uma vez que cria "exigências e preocupações acrescidas", porque ainda não há recicladores preparados.

Segundo o governante, este é um problema que se colocará cada vez mais nos próximos cinco a seis anos mas é também "oportunidade por via da possibilidade de gerar novos empregos e atividades económicas”.