Sociedade

Alto quadro da Jerónimo Martins detido por corrupção na Colômbia

Pedro Jorge da Costa foi detido na Colômbia, por suspeita de exigir dinheiro para a adjudicação de contratos de contrução nas lojas na Colômbia.

DR  

O Ministério Público colombiano deteve um alto quadro do Grupo Jerónimo Martins, Pedro Jorge da Costa Coelho, por ser suspeito dos crimes de corrupção privada e conspiração.

A notícia é avançada pela imprensa de Bogotá, que cita fontes oficiais da Fiscalía General de La Nación, o Ministério Público.

De acordo com as autoridades, o empresário, que é referido como diretor mundial de operações dos supermercados Ara, é suspeito de exigir dezenas de milhares de euros para a adjudicação de contratos de construção de supermercados na Colômbia.

Ao jornal Expresso, o Grupo Jerónimo Martins já confirmou a detenção do diretor mundial de operações dos supermercados Ara.