Dívida Pública

Portugal prepara emissão em moeda chinesa

Portugal vai emitir dívida em moeda chinesa. O banco central da China já autorizou e o Estado já mandatou três bancos para a operação, que deverá estar concluída até ao final do ano e está avaliada em 380 milhões de euros. 

Segundo noticia a agência Reuters, a Caixa Geral de Depósitos, HSBC e Bank of China são os bancos com mandato para realizar a operação no mercado interbancário de obrigações – as chamadas “panda bonds” e com uma maturidade de até cinco anos.

"Temos estado a tentar alargar o leque de investidores na nossa dívida e [até agora] temo-lo feito com as obrigações colocadas no retalho. A China é interessante porque é um mercado grande," afirmou o ministro das Finanças, Mário Centeno, à agência Reuters.

A concretizar-se será a primeira emissão de dívida em yuan de um país da Zona Euro num mercado avaliado em mais de oito biliões de euros.

Esta operação estava a ser planeada desde maio, mês em que Mário Centeno vistou a China durante três dias. Na altura a agência Lusa noticiava que o goverante estudava a opção depois de se ter reunido com o Banco do Povo Chinês (banco central) e com os responsáveis pelos principais bancos chineses: ICBC, Bank of China, Agriculture Bank of China e Postal Savings Bank of China.