Politica

“Se não querem escolher, depois não se podem queixar”, diz Marcelo

O Presidente da República apelou ao voto nas eleições autárquicas deste domingo.

“Se não querem escolher, depois não se podem queixar da escolha que é feita pelos outros”, disse Marcelo Rebelo de Sousa esta quinta-feira na fundação Calouste Gulbenkian citado pela agência Lusa.

Numa homenagem a Medina Carreira, que morreu no passado mês de julho, Marcelo apelou à participação nas eleições autárquicas deste domingo: “É importante que não haja uma subida da abstenção porque a subida da abstenção significa desinteresse”.

“Depois, como é que eles se podem queixar, como muitas vezes se queixam, 'eu discordo dos transportes, eu discordo da escola, eu discordo da creche, eu discordo daquela obra pública', não tendo ido votar? Com que legitimidade?”, perguntou Marcelo.