Sociedade

Falso jornalista faz burlas em pelo menos vinte hotéis

Forjava uma identidade para comer e dormir sem pagar

Um homem de 53 anos apresentou-se em vários hotéis como jornalista, tendo reservado quarto online, depois escrevia emails como se fosse outra pessoa, nos quais garantia o pagamento da estadia.

Filipe Sousa conseguia assim escapar sem pagar, no geral apresentava-se como jornalista, mas também fingiu ser engenheiro e chefe de cozinha, segundo o correio da Manhã.

Filipe Sousa é suspeito de pelo menos vinte crimes em hotéis onde comia e dormia, e as burlas começaram logo após o seu divórcio. Viajava com o seu carro em busca de comida e dormida sempre em hotéis de nível elevado, e para estadias curtas, dois ou três dias no máximo.

O esquema só chegou ao fim esta quarta-feira à tarde, quando a GNR de Sines o apanhou em flagrante num estabelecimento.

Filipe Sousa foi detido, tendo ficado nas instalações do posto da GNR em Sines, a pedido do Ministério Público. Esta manhã será presente a um juiz de instrução criminal do Tribunal de Setúbal.