Desporto

Inglaterra. O insaciável Manchester City tem em Stamford Bridge o primeiro grande teste

Os homens de Guardiola têm três pontos de vantagem sobre o Chelsea. À espreita está o United de Mourinho, que recebe a pior equipa da liga: seis derrotas e zero golos marcados

A jornada 7 da Premier League, ao contrário do que é habitual em Inglaterra, reserva apenas um jogo entre candidatos ao título: o Chelsea-Manchester City. As duas equipas estão separadas por apenas três pontos, com os blues, campeões em título, a morder os calcanhares dos comandados de Pep Guardiola. Por essa razão, o encontro deste sábado encerra ainda mais motivos de interesse, para mais estando à espreita o outro gigante de Manchester: o United de José Mourinho, que tem os mesmos pontos do City e pouco antes recebe o moribundo Crystal Palace – seis derrotas em seis jogos e zero golos marcados.

Destaque também para o Watford, de Marco Silva, que segue a pisar os lugares europeus – é sexto, com os mesmos pontos de Tottenham e Liverpool – e visita o terreno do sempre incómodo WBA. Mas também o confronto entre West Ham, onde joga José Fonte, e Swansea, com Renato Sanches a tentar cimentar o seu lugar no onze. No domingo, o Arsenal, que parece estar a atravessar um período de retoma depois de um começo atroz, recebe o recém-promovido Brighton, enquanto o Liverpool visita o Newcastle, que procura uma nova vida sob o comando de Rafa Benítez – o último treinador a levar a glória... ao Liverpool.

Muita expetativa

Em Espanha, a jornada não reserva (em teoria) problemas de maior para os crónicos candidatos ao título. O Barcelona, na ressaca do triunfo europeu em Alvalade, recebe o Las Palmas, que trocou esta semana de treinador: é agora orientado por Pako Ayestarán, antigo adjunto de Quique Flores no Benfica. Já o Real Madrid, ainda à procura da primeira vitória caseira no campeonato, recebe o Espanhol e está impedido de perder mais pontos, sob pena de ver o título fugir de forma irremediável para a Catalunha.

Realce também para dois duelos entre equipas com portugueses no plantel: o Corunha, de Luisinho e Bruno Gama, recebe o Getafe, onde alinha Antunes; o Eibar, de Paulo Oliveira e Bebé, desloca-se ao terreno do Villarreal, que conta com Rúben Semedo nas suas fileiras.

Na Serie A, jogo grande reservado para domingo, com o Milan de André Silva a receber a Roma. Algumas horas antes, o imparável Nápoles, onde alinha Mário Rui, é o anfitrião do Cagliari, tendo uma grande oportunidade para prolongar ainda mais a sua série vitoriosa. Já a Juventus, que segue igualmente 100 por cento triunfal, terá de ultrapassar a europeia Atalanta – um osso bem duro de roer.

Em França, o Mónaco de Leonardo Jardim recebe o Montpellier já hoje; se vencer, passa para primeiro e fica à espera de ver o desfecho do encontro entre o todo-poderoso PSG e o Bordéus, terceiro classificado. Bom jogo também em perspetiva no Nice-Marselha, onde atua Rolando.

Falta falar da Bundesliga, onde o líder Dortmund tem uma missão espinhosa: visita o terreno do surpreendente Augsburgo no sábado. No dia seguinte, o vice-líder Hoffenheim desloca-se ao recinto do Friburgo e o Bayern, ferido no seu orgulho, vai a Berlim defrontar o Hertha.